sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Uma Ode aos Sabores da Estação

Com o outono chega o cair da folha, os dias mais frescos e as primeiras chuvas, mas nem tudo tem de ser mau. O menino dos olhos do Chef Pedro Santos Almeida está de ementa renovada. Como tem sido habitual, nova estação, nova carta, e esta conta mais uma vez com a consultoria e assinatura do estrelado Chef Miguel Laffan.


Situado no Hotel Neya, no nº77 da Rua Dona Estefânia (perto do Saldanha), mas com porta aberta para a rua, o Viva Lisboa é uma das mais recentes apostas na gastronomia da cidade. Com uma decoração simples e moderna, a sala ampla é abraçada pela luz de Lisboa que a inunda através das suas enormes janelas. As mesas em tom escuro e as cadeiras que se misturam entre si num padrão étnico dão um toque de conforto minimalista e muito agradável ao espaço. A cozinha é ao estilo do Chef Miguel Laffan. Fusão, com ingredientes e sabores maioritariamente alentejanos, mas com um toque asiático, adaptados à realidade de um restaurante citadino. Já o toque do Chef Pedro Santos Almeida faz-se sentir com as técnicas francesas, tanto modernas como antigas, não esquecendo também a influência asiática em ingredientes de eleição como o gengibre e a erva cidreira. Em suma, uma mistura de sabores alegres e misteriosos. Quanto à nova carta, com a chegada das primeiras chuvas, Pedro Santos Almeida, Chef Executivo do restaurante Viva Lisboa, e Miguel Laffan, criam uma carta que nos conforta, repleta de sabores, texturas e cores da época, que nos aconchegam e dão as boas vindas para dias mais pequenos. Para quem procura uma verdadeira experiência gastronómica bem no coração de Lisboa este é o lugar. A nova carta do restaurante Viva Lisboa está disponível a desde o dia 25 de Setembro e fica até ao final do Inverno.


Entradas: Salada de cogumelos selvagens, lâminas de espargos e parmesão. Barriga de porco confitada em mel, com lagostim assado, salteado de ervilhas e soya bean;

Do mar: Camarão, tomate biológico e pasta fresca. Cherne braseado, creme de ‘Bulhão Pato’, crumble de chouriço e gamba da nossa costa. Pargo numa leve feijoada, ovas de choco e aipo;

Da terra: Risotto de rabo de boi com salada ácida de agrião. Magret assado, puré de beterraba e aipo com lascas de foie gras e couve chinesa. Borrego tandoori, puré de batata doce, lima, hortelã e espinafres salteados em côco;

Para variar: Risotto de cogumelos. Risotto de espargos com presunto de Barrancos. Gnocchis de beterraba molho de queijo com espinafres e agriões;

Para adoçar: Blondie de chocolate branco, banana crocante e gelado de manteiga de amendoim. Pannacotta de pipoca com tofi de gengibre e gelado de caramelo salgado. Torta de laranja, gelatina de coco e gelado de lima.


Os pratos mais emblemáticos e aplaudidos da última carta, como ‘Sopa peixe com camarão tailandês’, ‘Vieira à Brás’ e ‘Bochecha de porco preto num puré de batata e cogumelos com jardim de mini legumes’, continuam disponíveis na carta do restaurante, para que também possa matar saudades do Verão. Também existe a opção de menu degustação, escolhendo 5 pratos da carta no momento, e com um valor de 45€ por pessoa sem as bebidas incluídas, contudo existem dois suplementos de vinho disponíveis, um de 15€ e outro de 20€.

Sem comentários:

Enviar um comentário