domingo, 5 de julho de 2015

Sushi Fest - Balanço final

Chegou ao fim o Sushi Fest. Durante três dias, os Jardins e o Palácio Marquês de Pombal em Oeiras, receberam a primeira edição deste festival inovador.


Após o imprevisto que ocorreu no primeiro dia do festival, e que fez escorrer muita tinta pelas redes sociais e imprensa, a organização conseguiu dar a volta por cima e da melhor maneira possível. E como não se pode julgar um livro pela capa tiramos o chapéu à maneira como todo o staff encarou as criticas destrutivas que mancharam o arranque deste festival. No segundo e terceiro dia de festival as coisas já correram de um modo muito mais eficiente, o jantar teve mais horas de serviço, fazendo com que o publico dispersasse mais na hora de comer, contudo é perfeitamente normal que nas horas mais criticas (entre as 20h30 e as 21h30) se fizesse notar algumas filas que demorariam no máximo uns 20m (sashimi e gunkans), nas restantes, mesmo dentro desse periodo, ao fim de 10m tínhamos o nosso prato nas mãos. Como também é natural, muita gente foi ao segundo e terceiro dia de pé atrás, após terem lido "N" comentários de pessoas presentes a arrasar de um modo devastador a organização, mas todos aqueles com quem falámos não queriam acreditar que a coisa tivesse sido assim tão má. Cláudia Matias de 43 anos, residente em Setúbal, foi com o marido e mais um casal amigo, diz que leu na imprensa "horrores sobre o festival, mas decidimos vir na mesma pois já tínhamos o bilhete comprado", concluindo que "não estamos nada arrependidos de ter vindo, muito pelo contrário. A comida é boa, o espaço é lindo e encantador, o ambiente maravilhoso, e já estamos cheios de tanto comer. Para o ano contamos estar novamente presentes"

Comida boa, ambiente bom e artistas nacionais que deram grandes concertos e alegraram todos os presentes. A organização foi humilde o suficiente para admitir o erro e arranjar soluções para os dias seguintes. Nuno Graciano, deu sempre a cara e podia ser visto muitas vezes a percorrer o recinto com a preocupação de saber se estava tudo bem. Para todos os lesados com o imprevisto do primeiro dia do festival, a organização criou um e-mail (geral@sushifest.pt) para o qual deverá apresentar a sua reclamação, garantindo uma resposta a cada e-mail enviado já a partir de amanhã.

De um modo geral, e tal como em tudo na vida, só no fim é que podemos fazer um balanço das coisas. No nosso entender o balanço foi positivo e certamente para o ano que vem será bom, e daqui a dois anos excelente, pois só com a experiência é que vem a perfeição.

Sem comentários:

Enviar um comentário