sexta-feira, 29 de maio de 2015

85ª Feira do Livro

A Feira do Livro está de regresso a Lisboa. A 85.ª edição traz novidades que vão surpreender todos os que a visitem, entre 28 de maio e 14 de junho, no Parque Eduardo VII. 


Com um número recorde de participantes (120) e de pavilhões (269), a edição deste ano da Feira do Livro de Lisboa promete atrair ainda mais visitantes, ambicionando ultrapassar os mais de 500 mil registados no ano passado. Uma das principais novidades deste ano é o palco “Show Cooking” – localizado na entrada da Feira do Livro junto ao Marquês de Pombal - que vai dar destaque às apresentações de livros de gastronomia e culinária, permitindo assim ir ao encontro de um tema que suscita cada vez mais interesse por parte do público. Retomando o conceito de restauração da edição passada, que se provou um verdadeiro sucesso, a 85.ª Feira do Livro de Lisboa vai contar com mais 20 espaços gourmet/street food, permitindo aos visitantes usufruírem, ainda mais, desta zona de lazer. Assim, entre compras, debates e sessões de autógrafos, todos poderão aproveitar a área da restauração composta por inúmeras ofertas gastronómicas, desfrutando de uma refeição descontraída, quer seja sozinho, em família ou entre amigos.

Outra das novidades da 85.ª edição da Feira do Livro de Lisboa tem como objetivo debater ideias e conceitos com convidados internacionais. Trata-se de um ciclo de conferências que se realizará a cada quinta-feira – 28 de maio, 4 e 11 de junho – e que contará com a presença de um Orador Internacional que colocará em debate a perspetiva europeia da indústria do livro. Na primeira quinta-feira, dia 28 de maio, a conferência será subordinada ao tema dos direitos de autor/pirataria e contará com a presença de Pierre Dutilleul, Presidente da Federation of European Publishers, de Jorge Barreto Xavier, Secretário de Estado da Cultura e de João Alvim, Presidente da APEL. A segunda conferência, a realizar-se no dia 4 de junho, abordará a lei do preço fixo e contará com a presença de Kyra Dreher, Co-Presidente da European and International Booksellers Federation. A última das três conferências, a ter lugar no dia 11 de junho, traz a Portugal Richard Charkin, Presidente da International Publishers Association e terá como tema os constrangimentos internacionais aos direitos de autor e à luta contra a pirataria.

Também novidade é o I Encontro Literário “Nós e os Livros”, que num ambiente informal e descontraído reúne vários adeptos da literatura para uma conversa em torno de um denominador comum - o livro - com vários painéis temáticos. Em parceria com o Diário do Distrito e os blogues Os Livros Nossos e Crónica de Uma Leitora, a organização da Feira promove no dia 10 de junho, a partir das 15h00, os painéis: “Novos trends da literatura - do new adult às adaptações”; “Literatura fantástica – o que se lê em Portugal? Géneros, subgéneros e públicos-alvo”; “Literatura policial/thriller – clássicos ou contemporâneos?”; e “Literatura erótica e romântica – géneros, subgéneros e trends atuais”.

A Fundação Francisco Manuel dos Santos volta a marcar presença na 85.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, promovendo um ciclo de 11 debates subordinados a temas distintos, com convidados e oradores variados. Tendo como missão estudar e debater a sociedade portuguesa, os debates promovidos pela Fundação, na Feira do Livro, abordarão temas como a economia portuguesa, o parlamento português, o ensino, entre outros. Além deste ciclo de debates, a Fundação prepara-se para lançar, no âmbito da Feira, mais uma edição da revista anual “Revista XXI Ter Opinião”, subordinada desta vez ao tema do risco – tema este que dará o mote a uma ativação especial no recinto do certame, com uma torre de slackline. Em parceria com o Banco dos Bens Doados, com o objetivo de promover os hábitos de leitura junto da população, a APEL lança a iniciativa “Dê Nova Vida ao Livro”. A ação decorrerá durante todo o período da Feira, entre 28 de maio e 14 de junho, e consiste na recolha de livros (novos ou usados) de todos os géneros. O desafio é lançado a todos os visitantes da Feira, que encontrarão no recinto dois contentores (localizados junto aos pavilhões da APEL) para poderem depositar os seus livros que, posteriormente, serão doados a Instituições da rede do Banco dos Bens Doados. Um pequeno gesto que fará uma grande diferença.

O horário para visitar a 85.ª edição do certame repete-se uma vez mais: entre segunda e quinta-feira das 12h30 às 23h00; sexta-feira e véspera de feriado das 12h30 às 24h00; sábado das 11h00 às 24h00; e domingo e feriado das 11h00 às 23h00. A 85.ª edição da Feira do Livro de Lisboa é organizada pela APEL – Associação Portuguesa de Editores e Livreiros e conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e das Bibliotecas de Lisboa, entidade responsável pelo desenvolvimento da programação cultural, com especial incidência nas iniciativas destinadas ao público infantil e às famílias, a decorrer no Espaço Infantil da Feira.

E a pensar nos visitantes que gostam de ter a informação “na palma da mão”, o site oficial está, uma vez mais, disponível e adaptado a smartphones e tablets.

Sem comentários:

Enviar um comentário