segunda-feira, 2 de março de 2015

Quem não conhece o "POIS CAFÉ", devia conhecer.
Um espaço simpático, agradável e cultural, pois não estivesse "forrado" com livros.
O "Pois", deixará, a partir da próxima semana, de ter a simpática esplanada a que nos habituou.
Porque a Junta de Freguesia não renovou a necessária licença.
A esplanada dará lugar a estacionamento para dois carros.
O Presidente da junta de Santa Maria Maior é Miguel Coelho, que é também deputado à Assembleia da República e deputado à Assembleia Municipal de Lisboa, pelo Partido Socialista...

14 comentários:

  1. E pronto, lá tinha de vir um artigo sem pés nem cabeça, creio que deviam de usar o facebook para estas mini mensagens (nem se dão ao trabalho de colocar um titulo), mas esta é só a opinião de um vosso ex-leitor

    ResponderEliminar
  2. LoL certamente quando a freguesia for Social Democrata a esplanada volta, isto se enviarem notificações. Como se diz por estes lados, nós é mais bolos

    ResponderEliminar
  3. Mário Castro, o grande problema de Portugal, é mesmo ter muitos Portugueses como vossemecê. E não, não estou a falar dos 23% com doenças mentais diagnosticadas. O seu comentário demonstra o quão rustre e preguiçosos, intelectualmente, é vossemecê. Provavelmente, até é funcionário público e com um pouco de sorte é daqueles que se inscreveram à pressa como simpatizantes do PS. No meio disto tudo, deu a todos uma novidade. É leitor. Foi uma agradável surpresa.

    ResponderEliminar
  4. Então para o excelentíssimo palaDino Baboso, um funcionário público não é mais do que um indivíduo inculto, "rustre" e preguiçoso. Pode ser que um dia escorregue no passeio (construindo por essa cabala) e bata com os chavelhos no lancil, e por aí fique à espera de auxilio. Mas o INEM, esse bando de preguiçosos, ficam-se "rustremente" pela esplanada.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Oh João, mas o que tem o "Je Suis Charlie" a ver com isto? Volta lá para os teus artigos sobre restaurantes e batatas cozidas, que disto não percebes nada (não que percebas de restaurantes, ou mesmo de prosa ou batatas). Tu é gostas é de encher a mula.

    ResponderEliminar
  8. Liberdade de expressão caro Anónimo, coisa que vossemecê certamente só vê para o seu lado. E se me permite, acho que devia de aprender a escrever, é que a minha filha na segunda classe dá menos erros de expressão que o caro anónimo (ou cara anónima).

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Ficamos à espera que o João aponte os erros de expressão que refere. Quanto à castração da liberdade de expressão, ficamos à espera que o João aponte as ameaças veladas que imputa.

    ResponderEliminar
  11. 11 comentários e o único que fizeram foi insultarem-se uns aos outros? acordem de uma vez!
    Ok, então serei eu o primeiro a opinar e a minha opinião é que prefiro uma cidade com esplanadas e vida nas ruas do que ruas ocupadas por carros estacionados que não beneficiam em nada a cidade. E se a Freguesia tem tanta urgência em lugares de estacionamento, certamente que não os vai resolver criando dois lugares à custa de fazer desaparecer um belo espaço que só embeleza a rua onde está. Para mim é uma triste notícia e um erro, uma vez que não se corresponde com a tendencia actual de priviligiar mais as pessoas e menos os carros.

    ResponderEliminar
  12. E não aproveitasse o João Balofo para meter a colher, tentando assim encher-se de razão e parecer aquilo que não é. Jovem, até agora, os teus comentários são meros bitaites, que de construtivos só mesmo encher-te o ego adiposo. Comentários construtivos, zero. Posts construtivos, zero.

    Qualquer individuo com dois dedos testa compreende que se vive melhor numa cidade de esplanadas, do que num cemitérios de carros, assumindo um correcta organização das primeiras. Mas o debate desta situação encontra-se minado à priori quando os palaDinos lisboetas iniciam o discurso de óculos laranjas em riste e fazem questão de transformar uma questão social numa masturbação política/clubística, atacando funcionários públicos pelo caminho (???).

    Assim sendo, não existe espaço de opinião, pelo que resta apenas trollismo cibernético.

    ResponderEliminar