sábado, 28 de março de 2015

LisbonWeek Convida MOSTRA de Arte a Invadir Alvalade

Desde 2012 que o LisbonWeek pretende ser uma plataforma multidisciplinar que desvenda e cruza diferentes áreas culturais. Se no primeiro ano um dos momentos altos do evento foi a Exposição Vérride, no Palácio de Santa Catarina, onde 15 artistas portugueses reinventaram a história do edifício com obras inéditas, o mais inovador, porque inesperado, terá sido o Blind Date, na Igreja de Santa Catarina, uma espécie de “leilão às cegas” para o qual 30 artistas foram convidados a desenhar uma cartolina e a assinarem, somente, no verso, fazendo com que a compra acontecesse por impulso, por gosto puro, e não por imposição tendenciosa. Na segunda edição, em 2013, o LisbonWeek explorou a cidade através da exposição “I’ll Be Your Mirror”, que juntava peças de artistas como Fernanda Fragateiro ou João Onofre, e fez um percurso, com o mesmo nome, por uma série de locais cuja história e arquitectura se encontravam com as estórias pensadas por Delfim Sardo, o curador responsável por toda essa provocação a Lisboa - e que foi tão longe, ao ponto de se transformar num convite ao arquitecto Carrilho da Graça, que desenhou o lounge LisbonWeek, “uma nave, um cilindro perfeito construído em espelho”, que esteve durante oito dias no Largo de São Domingos e foi visitado por mais de nove mil pessoas.


Este ano, a LisbonWeek voltou a desafiar a MOSTRA a juntar-se ao calendário da sua terceira edição, a decorrer entre 10 e 19 de Abril no bairro de Alvalade. Esta será a segunda vez que a MOSTRA, uma iniciativa de Patrícia Pires de Lima Art Consultant & Projects, surge como meio de promoção e divulgação da arte contemporânea nacional, através um showcase aberto ao público. Para este ano estão confirmados 90 artistas, nomes consagrados como Rui Sanches, Miguel Palma ou Paulo Brighenti, e novos talentos como José Pedro Cortes, António Júlio Duarte ou Duarte Amaral Netto, a quem foi dada total liberdade criativa. O espaço onde decorre será, à semelhança do ano passado, “desabitado”, sem formalismos: o número 2 da Rua do Centro Cultural, em Alvalade. Esta “exposição pop-up” poderá ser vista de Segunda a Sexta das 13h às 20h, e aos fins-de-semana das 12h às 18h.


Sem comentários:

Enviar um comentário