quinta-feira, 26 de março de 2015

In Vino Veritas - Quinta de Lemos 2010

Os vinhos Quinta de Lemos vieram até Lisboa para apresentar a sua colheita de 2010. Originários da região do Dão, a Quinta de Lemos lança agora sete novos vinhos tintos com os nomes Dona Georgina, Dona Santana, Dona Louise, Touriga Nacional, Jaen, Alfrocheiro e o Tinta Roriz. 



“O ano de 2010 caracterizou-se por um Inverno muito chuvoso na região do Dão o que levou a que na Primavera as videiras se desenvolvessem com muita rapidez. O final de Maio muito chuvoso, seguido por um mês de Julho com as temperaturas mais altas dos últimos anos promoveram as condições óptimas para as maturações das diferentes variedades. Com as vindimas a ocorrer com naturalidade e em condições óptimas nasceram vinhos com grande expressão aromática, doces e redondos devido a boa maturação dos polifenóis”, explica Hugo Chaves, Enólogo da Quinta de Lemos.

Dona Georgina 2010 - A Touriga Nacional e a Tinta Roriz, que lhe acrescenta complexidade, elegância e estrutura ao conjunto, crescem em encostas situadas entre os 350 e os 400 metros de altitude. Escuro, profundo de notas de licor. Madeira fresca e especiarias, chocolate negro, fruta preta, amoras e ameixas em compota, encorpado e denso, taninos jovens de grande amplitude e longevidade - 34,00€

Dona Santana 2010 - Composto pelas quatro castas tintas do Dão. Touriga Nacional (60%), Tinta Roriz (20%), Jaen (10%) e Alfrocheiro (10%), este é um vinho com notas de compota e cacau, fruta preta madura, cremoso e elegante, fibal doce e atrativo - 13,50€

Dona Louise 2010 - Elaborado com as castas Touriga Nacional, Tinta Roriz e Jaen, este é um vinho com notas de fruta madura de bagas silvestres, caruma e corpo mediano. Fresco de boca elegante, gastronómico de taninos maduros de grande firmeza - 12,00€

Touriga Nacional 2010 - Casta da região do Dão deu origem a um vinho de grande volume e complexidade, fruta madura mas menos florais de cor escura e concentrada, fino e elegante, balsâmico, ameixas e amoras maduras. A madeira fina dá as notas de especiarias. Textura densa de taninos finos - 20,00€

Jaen 2010 - O Jaen, foi a casta com menores variações ao longo dos anos devido a sia precocidade, voltou a mostrar toda a sua personalidade. Resultou num vinho doce e concentrado, muito cativante. Notas de frutos pretos e vermelhos, vegetais e especiarias, de final longo e cremoso - 18,00€

Alfrocheiro 2010 - O Alfrocheiro, é sempre a mais fresca e equilibrada das variedades. Muito rica em aromas elegantes de amoras e framboesas. Com ela obtém-se um vinho muito elegante, jovem, de um floral campestre e bagas vermelhas. Seroso de corpo polido, taninos finos e envolventes - 18,00€

Tinta Roriz 2010 - O Tinta Roriz teve neste ano o que mais gosta, água sempre disponível e elevadas temperaturas de forma a domar toda a riqueza em taninos e mostrar todas as suas potencialidades. Ocupa cerca de 20% do encepamento da Quinta de Lemos, variedade que confere aos vinhos um potencial elevado de envelhecimento. Um vinho de aroma mineral, balsâmico, frutos vermelhos e especiarias, corpo texturado e complexo de taninos secos e firmes - 18,00€

Estes vinhos podem ser encontrados em garrafeiras especializadas, como o caso da DeliDeluxe no Cais da Pedra.

Sem comentários:

Enviar um comentário