quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

LibonWeek em Alvalade de 10 a 19 de Abril

A terceira edição do LisbonWeek, que decorre entre 10 e 19 de Abril, vai explorar Alvalade, o mais moderno bairro de Lisboa. Fruto de uma coprodução da ACTU (Associação Cultural Turística Urbana), da Câmara Municipal de Lisboa, e da Junta de Freguesia de Alvalade, o LisbonWeek vai explorar este bairro através de visitas culturais e exposições, numa viagem que irá ao encontro de edifícios emblemáticos que fazem parte do nosso dia-a-dia mas cuja relevância ainda é, por muitos, desconhecida.


Fruto de um levantamento histórico desenvolvido ao longo de um ano e meio pela equipa do LisbonWeek, esta edição vai desvendar segredos de espaços marcantes como a Biblioteca Nacional de Portugal, o Jardim do Campo Grande, a Reitoria da Universidade de Lisboa, a Torre do Tombo, o Museu de Lisboa – Palácio Pimenta, o Museu Bordalo Pinheiro, o Hospital Júlio de Matos, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil ou o Complexo dos Coruchéus. Através de visitas culturais diárias, os visitantes vão poder conhecer as perspectivas históricas, arquitectónicas e artísticas de cada um destes nove locais.

Os passeios no autocarro LisbonWeek, apoiados pela Cityrama irão, por seu lado, mostrar um outro olhar sobre o plano urbanístico do bairro – e não só. A Visita “Lisboa Moderna”, com curadoria de Ana Tostões, irá ao encontro dos principais pontos de Alvalade, contando a história do bairro, dos seus edifícios mais representativos e da sua evolução. Já a visita de autocarro “Porfírio Pardal Monteiro”, com curadoria de João Pardal Monteiro, vai explorar a obra de Porfírio Pardal Monteiro por toda a cidade. Haverá ainda uma visita, a pé, ao Jardim do Campo Grande, delineada por José Sarmento de Matos.

Como grandes momentos de programação, o LisbonWeek destaca quatro exposições imperdíveis, todas elas gratuitas de 10 a 19 de Abril:

- “Porfírio Pardal Monteiro – Arquitecto de Lisboa”, com curadoria de Ana Tostões e João Pardal Monteiro, em exibição na Biblioteca Nacional de Portugal. Tendo como mecenas a Caixa Geral de Depósitos (CGD), esta é uma oportunidade única para saber mais sobre a vida e obra de um dos mais importantes arquitectos do nosso país, já que nenhuma retrospectiva do género se realiza desde 1938. Para ver até Junho, de 2a a 6a das 09h30 às 19h30 e aos Sábados das 09h30 às 17h30;

- “Encontrar Maria Keil”, uma produção da ACTU que expõe, na Estação de Metro de Alvalade, alguns dos mais notáveis trabalhos de azulejaria da pintora Maria Keil. A sua obra, construída ao longo de oito décadas, revela um percurso multifacetado que mistura ilustração, tapeçaria, cenografia, design gráfico, mobiliário, o que torna Maria Keil numa das artistas portuguesas mais notáveis do século XX. De 2a a Domingo, das 06h30 à 01h00;

- “Urban Sketchers”, um olhar diferente sobre o quotidiano de Alvalade, pelas mãos do Grupo Urban Sketchers, que durante Janeiro e Fevereiro irão captar o ambiente, as cores e a vida daquele bairro. Os desenhos estarão expostos na Reitoria da Universidade de Lisboa, de 2a a 6a, das 10h00 às 19h00;

- “Vanguarda”, uma exposição de fotografia que recua até à década de 50 para mostrar o dia-a-dia de Alvalade. As imagens para este regresso ao passado foram disponibilizadas pelo Arquivo Municipal de Lisboa, e podem ser vistas no Centro Comercial Alvalade, de 2a a 6a das, 10h00 às 19h00.


EVENTOS CONVIDADOS

A intervenção do LisbonWeek em Alvalade contribuirá para a redescoberta e revitalização do bairro, reforçando a dinâmica da cidade e captando públicos internacionais que normalmente se focam nos habituais roteiros turísticos. O LisbonWeek funcionará, por isso, como anfitrião de uma série de eventos regulares que, nestas datas, vão acrescentar ainda mais dinâmica à celebração de um bairro eternamente moderno:

- “E Morreram Felizes Para Sempre”, uma peça de teatro imersivo que decorre num edifício de dois andares no Hospital Júlio de Matos. O espectáculo, da autoria de Nuno Moreira e direcção de actores de Ana Padrão, permitirá ao visitante interagir com o espaço e descobrir as estórias dentro da história – um cross over entre a tragédia amorosa de Pedro e Inês de Castro e a invenção da lobotomia, por Egas Moniz. As datas e horários serão anunciadas em breve;

- A “mOstra”, uma plataforma que une a comunidade artística, o mercado e o público, terá a sua segunda edição durante o LisbonWeek. Tendo como objectivo promover e divulgar a arte contemporânea, a mOstra apresentará, num espaço alternativo, um conjunto de artistas consagrados e outros emergentes. De 10 a 19 de Abril, de 2a a 6a das 13h00 às 20h00 e aos fins-de-semana das 12h00 às 19h00, na Rua João Saraiva, 3, em Alvalade;

- A “Feira da Buzina”, realizada em Portugal pela Taiga, adopta o formato “car boot sales”, onde os vendedores utilizam a bagageira do carro como expositor de vendas. Domingo, 12 de Abril, entre as 11h00 e as 19h00, o Mercado Alvalade Norte, vai encher-se de relíquias, entre velharias, antiguidades, móveis vintage e modernos, roupa e acessórios novos e usados, artesanato urbano, tal como se quer num bom fleamarket;

- Dia 17 de Abril, às 11h30, o “Peixe em Lisboa” junta-se ao LisbonWeek e vai do Pátio da Galé, no Terreiro do Paço (onde decorre, entre 9 e 19 de Abril), até ao Mercado de Alvalade Norte, para alguns chefes de cozinha bem conhecidos mostrarem aos visitantes diferentes formas de cozinhar os esplêndidos peixes e mariscos portugueses;

- A maior corrida do mundo (assim o diz Fernando Alvim) está de volta ao Lago do Jardim do Campo Grande. Vai ser lá que, dia 18 de Abril, às 15h00, se encontrarão todos os amantes da velocidade, para mais uma “Grande Regata de Barquinhos a Remos”, uma corrida muito original onde todos poderão assistir e participar;

- O Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) preparou, com o apoio da EDP, a exposição “Engenharia para a Sociedade”. No átrio principal e na galeria do LNEC estará exposta parte da engenharia portuguesa, ilustrada através de uma série de modelos reduzidos de estruturas e instalações experimentais utilizados em estudos para a garantia da segurança de grandes obras de engenharia. De 2a a 6a, das 09h00 às 19h00;

- O Arquivo Nacional da Torre do Tombo associa-se ao LisbonWeek com a apresentação de um documento do seu acervo, O Plano Geral de uma Cidade Olímpica para Lisboa - Campo Grande, 1934 e respectiva Memória Descritiva, da autoria dos arquitetos Jorge Segurado e António Varela. Pretende-se, com esta mostra, realçar o papel dos arquivos enquanto organizações vocacionadas para a conservação, preservação e valorização das memórias. Para ver de 2a a 6a das 09h30 às 19h15 e aos Sábados das 09h30 às 12h15. 

Nesta edição, as exposições são gratuitas, mas as visitas culturais terão um valor simbólico, para garantir a sustentabilidade e excelência do evento. Os bilhetes custam entre 7€ e 10€, e podem ser adquiridos através da Ticketline. A Exposição “Porfírio Pardal Monteiro – Arquitecto de Lisboa” é gratuita durante a semana inaugural, e ficará patente até 1 de Junho na Biblioteca Nacional de Portugal. Para ver a mostra “Encontrar Maria Keil” é necessário possuir bilhete de acesso ao metro. 

Este reencontro com Alvalade pode ser acompanhado em lisbonweek.com, e nas páginas oficiais de Facebook (LisbonWeek) e instagram @LisbonWeek. O mundo inteiro já está de olhos postos em Lisboa. De 10 a 19 de Abril, os olhares vão fixar-se em Alvalade.




Sem comentários:

Enviar um comentário