quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Boiler Room Lisboa - Red Bull Music Academy Takeover

Foi ontem que Lisboa abanou, e o Mundo estremeceu. Diretamente do Cais da Pedra, divididos por três salas em dois espaços distintos, os cerca de trinta artistas convidados, espalharam a sua música pelos quatro cantos do Mundo. Houve um pouco de tudo, desde o rock à dance music, do underground aos fados, passando também pelas batidas mais quentes, pelas baterias simbióticas, pelas guitarradas desenfreadas, pelos teclados físicos e digitais, terminando tudo numa homogeneidade intimista entre os artistas e o público, que respondeu da melhor forma a cada uma das propostas.



Pela primeira vez a emissão online foi feita diretamente na página oficial do Boiler Room TV não de uma sala, mas sim de três salas em simultâneo, tornando esta viagem sonora algo nunca antes visto. O local escolhido não podia ter sido melhor. A famosa discoteca LUX Frágil foi a principal anfitriã do evento e recebeu dois dos espaços, o terceiro foi recebido pela Loja da Atalaia. Por elas passaram uma constelação de estrelas que melhor representam a variedade criativa e musical que se faz em Portugal. No piso 0 do LUX passaram Sequin, Gala Drop, Mariza, Jibóia, Paus, Mr. Herbert Quain, Alex FX, IVVVO, Die Von Brau, Marie Dior e DJ Ride; a diversidade sonora foi tão vasta e intensa, que há quem tenha entrado no piso 0 e só de lá saído quando DJ Ride debitou a ultima nota. Destaque especial para a atuação da fadista Mariza, cujo fado viajou além fronteiras, e dos frenéticos Paus que não deram descanso à sua bateria simbiótica. No piso 1, com a curadoria do mesmo, entregue aos Buraka Som Sistema passaram, Cachupa Psicadélica, Bison & Squareffekt, Batida, Nigga Fox, Djeff Affrozilla, Rastronaut e os próprios Buraka em versão de concerto. Angola esteve perto nas batidas e nos ritmos dançantes, a multidão entrou no clima e ajudou à festa, "from Buraka to the world" mas com paragem obrigatória no LUX. Por ultimo, em frente ao LUX, na Loja da Atalaia, MMMOOONNNOOO abriu as hostes de um modo ligeiro, passando de seguida a pasta a CVLT, Jorge Caiado com Zé Salvador, Rui Vargas com André Cascais, Miguel Torga, Tiago, Moullinex em apresentação live, Trikk com Solution e ainda SwitchSt(d)ance com Twofold. Eletrónica para todos os gostos e feitios que começou no bom e terminou no excelente.

O Red Bull Music Academy Takeover – Boiler Room Lisboa mostrou o melhor de nós ao mundo, nós só temos que agradecer, e desejar que voltem rápido, e se possível mais vezes por ano. 

Sem comentários:

Enviar um comentário