sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Rubrica: Lisboa aos olhos de Francisco Seixas da Costa

A fechar a semana um olhar bem internacional sobre Lisboa. O Embaixador Francisco Seixas da Costa aceitou o nosso desafio e partilhou a sua visão sobre a nossa cidade. Um bem-haja pela qualidade da partilha.

Pensar Lisboa - O que mais gosta na cidade de Lisboa?
Francisco Seixas da Costa - O que mais aprecio em Lisboa é o seu caráter de cidade "aberta", cada vez mais com "muitas e desvairadas gentes", como diria Fernão Lopes.

Pensar Lisboa -O que menos gosta em Lisboa?
Francisco Seixas da Costa - Não gosto da agressividade e do caos rodoviário que invadiu a cidade. Há por aqui uma crescente falta de educação e civismo que afetam a convivência coletiva.

Pensar Lisboa -O que mudava em Lisboa?
Francisco Seixas da Costa - Mudava o bizarro trânsito na avenida da Liberdade, tentaria compor o piso das ruas, restituía os passeios aos peões, retirando deles os automóveis e tornando-os mais agradáveis e fáceis de utilização, mesmo que isso implicasse a retirada de muita "calçada portuguesa", que está na base de imensos acidentes pessoais.

Pensar Lisboa -O que recomendaria a um turista em Lisboa?
Francisco Seixas da Costa - Recomendaria apenas que "flanassem", que passeassem e olhassem as pessoas, que entrassem nas lojas antigas de bairro, que fugissem (depois de os visitar rapidamente) dos locais turísticos (Alfama e Castelo incluídos) e calcorreassem Campo de Ourique e Alvalade e Madragoa e o resto.

Pensar Lisboa -Com que cor identifica Lisboa?
Francisco Seixas da Costa - O azul, claro!

Pensar Lisboa -Numa palavra, Lisboa é...?
Francisco Seixas da Costa - Luz

Sem comentários:

Enviar um comentário