quarta-feira, 16 de abril de 2014

Vai de metro pá!




Leio que a Câmara de Lisboa está pronta para assumir a gestão do Metropolitano. Duas dúvidas rápidas. Mas o Metro não ia até Odivelas e Amadora? Isto é uma OPA a esses Municípios? Ou, isto é uma passagem tranquila de pelouros para o “futuro tudo” neste país chamado António Costa?

6 comentários:

  1. Na verdade isto é apenas uma medida inteligente que há muito tempo devia ter sido tomada - obviamente que nunca pelo governo em funções, que inteligência já demonstrou ter muito pouca ;-)
    Qual é que é o problema de as redes se estenderem para os municípios vizinhos? A grande maioria das redes centra-se em Lisboa e é aí que se deve focar.
    Mais uma vez deixo-vos um conselho: procurem mais a inteligência e dispam a camisola de jotinhas afetados. Só vos ficaria bem!

    ResponderEliminar
  2. Caro João Pina, desconheço se a medida é inteligente. Não creio que seja possível dizer algo desse género, sem conhecer os pormenores da proposta.

    Do mesmo modo, desconheço se o Governo tem falta de inteligência. Este blogue é drive Lisboa e não o País, creio eu.

    Note-se contudo uma possível contradição do seu comentário. Pergunta qual o problema de se estender aos concelhos vizinhos; mas ao mesmo tempo indica que ser deve concentrar as atenções em Lisboa. Afinal, o que será mais importante?

    Por último é tão simpático a apreciação de "jotinhas". O que a ignorância faz às pessoas, incapazes de compreender algo tão básico como "liberdade de pensamento"...

    ResponderEliminar
  3. Eu sei que desconhece, porque provavelmente desconhece tudo od que fala. Já estamos habituado, principalmente nos posts políticos. Claro que se fosse uma santanada iria dizer bem, utilizando os mesmos argumentos frouxos. É assim a vida de um jotinha frustrado.
    E claro que há liberdade de pensamento. E de expressão. É por isso que vocês podem dizer as barbaridades que quiserem e eu comentar o que quiser. São uns tontos!

    Bem-haja!

    ResponderEliminar
  4. Caro João Pina, é com muito gosto que leio as suas palavras. Felizmente, o meu putativo grau de ignorância é proporcionalmente equivalente ao seu grau de arrogância. O pormenor está que no primeiro não se tem a certeza, no segundo a certeza é tão grande como a Terra andar à volta do Sol.

    Ainda mais porque me considera como um "jotinha frustrado". Lamento ter que destruir a sua ilusão. Não sou jotinha, como abomino juventudes partidárias. Nem sou frustrado, é algo que me passa ao lado. Para além de que já critiquei Santana Lopes como continuarei a criticá lo. E porquê? Porque ao contrário da sua tacanhez argumentativa, eu apenas respondo perante a minha consciência. Não obedeço a ordens partidárias. Como o seu comentário erroneamente tenta associar.

    Em suma, lamento mas o seu post não procede na sua ratio por incapacidade de aderência à realidade...

    ResponderEliminar
  5. Mais um dia, mais um de masturbação política.

    Ainda ficam cegos.

    ResponderEliminar
  6. Voltando ao tema (que por acaso pensei em postar - mas por falta de tempo não o fiz), a mim faz todo o sentido que sejam as localidades a gerir os seus sistemas de transporte público e não o Governo Nacional.
    Sendo que considero este passo como um intermédio para a privatização dos mesmos.
    Afinal, saberá tão mais que o Governo, uma CM gerir empresas de transportes?
    Observação acientífica: todos os meus amigos da margem sul dizem que a fertagus é o máximo. Versus claro está, a CP. Terão razão?

    ResponderEliminar