terça-feira, 22 de abril de 2014

«See you in Lisbon»



É este o slogan que a conhecida marca de supermercados - Lidl - vai usar na sua campanha internacional da sua linha de vestuário.
Segundo avança o Diário Digital: "esta campanha filmada e fotografada na capital portuguesa, em locais como Alfama, Castelo S. Jorge e o Terreiro do Paço, levará Lisboa e o seu carisma até mais de uma dezena de países europeus através de imagens emblemáticas da cidade de que, mais do que nunca, todos falam e premeiam."
Serão mais de 30 anúncios em 84 versões que mostrarão a cidade capital de Portugal em Itália, Irlanda, Croácia, Grécia entre outros. 

Podem consultar o folheto digital aqui

7 comentários:

  1. A LIDL não é uma "marca de supermercados nacional"!!!

    ResponderEliminar
  2. Bem vistas as coisas, é quase uma marca nacional, tendo em conta que é uma marca alemã e pouco falta para pertencermos à Alemanha!!!

    Mas convém termos atenção a estes pequenos detalhes, quando fazemos copy+paste de notícias.

    Pormenores, uma chatice!

    ResponderEliminar
  3. Fizemos copy-paste mas FIZEMOS QUESTÃO DE MENCIONAR A FONTE

    Detalhes, uma chatice!

    O anónimo do IP já velho conhecido agora assina? Muito bem, mas de pouco lhe serve

    ResponderEliminar
  4. Realmente, é mesmo preciso uma grande paciência para esta manada de anónimos...

    ResponderEliminar
  5. "In Internet slang, a troll (/ˈtroʊl/, /ˈtrɒl/) is a person who sows discord on the Internet by starting arguments or upsetting people,[1] by posting inflammatory,[2] extraneous, or off-topic messages in an online community (such as a forum, chat room, or blog) with the deliberate intent of provoking readers into an emotional response[3] or of otherwise disrupting normal on-topic discussion.[4]"

    Fonte e notas:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Troll_(Internet)

    A minha solução:
    Ignorar ou devolver os mimos

    Bons comentários

    ResponderEliminar
  6. Lamento. Mas de facto o "anónimo pouco anónimo" não será o centro da minha atenção. Só fiz questão de confirmar que a identidade era a mesma. Assinar não esconde a falta de elegância.



    ResponderEliminar