sábado, 19 de abril de 2014

Estacionamento onde outrora foi prédio, na Visconde Valmor

Nas últimas semanas, fez-se em tempo record um parque de estacionamento onde outrora foram os números 55/57 da Avenida Visconde de Valmor, nas Avenidas Novas. Onde há cerca de um mês havia terra batida e gradeamento de empreitada, hoje há alcatrão, marcas pintadas no chão, cancelas.

Mais uma vez, a ocupação de espaço à superficie é muito mais expedita e isenta de contestação quando se trata de convidar o metal e os bancos para o centro da cidade - em contraponto a qualquer ideia, em qualquer ponto da cidade, de um passeio largo, uma rua pedonal, ou um eléctrico/metro de superficie...

2 comentários:

  1. Taxar fortemente a permanência e circulação de carros estranhos a Lisboa já!

    ResponderEliminar
  2. Em linha com o anterior, taxar também ainda mais fortemente a presença de carros de Lisboa fora das suas zonas EMEL.
    O T.P. tem de ser a norma, o carro a excepção.
    É, tem tido a ser, e será a minha opinião.
    Cidades sem carros. Ponto.

    ResponderEliminar