quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

"Aqui, neste misérrimo desterro"

Em tempos de cinto apertado, em que a probidade e a boa gestão dos dinheiros públicos são vitais, não devia haver um cuidado acentuado na justificação dos gastos públicos, não só da entidade em causa, a Casa Fernando Pessoa, mas também da tutela, nomeadamente a EGEAC e a Vereadora da Cultura?


Nota: O post, do blog mencionado no artigo do Público, para os interessados, está aqui http://corta-fitas.blogs.sapo.pt/5560413.html.
Título retirado da poesia de Ricardo Reis.

2 comentários:

  1. Se existe blog pior do que este, esse blog é o Corta-Fitas.

    Já vimos o que vales João Carlos, agora, pede para cagar e sai.

    ResponderEliminar
  2. http://www.publico.pt/local/noticia/casa-fernando-pessoa-adjudica-servicos-a-empresa-que-tem-escritorio-na-residencia-da-directora-1620579

    Uma vergonha !!!

    ResponderEliminar