quinta-feira, 4 de abril de 2013

Rubrica: Lisboa aos olhos de Sérgio Azevedo



E hoje a Pensar Lisboa contamos com a visão do Deputado do círculo de Lisboa, Sérgio Azevedo a quem agradecemos a amabilidade da partilha. Por cá continuamos na nossa luta, a ouvir e conhecer os diferentes pontos de vista sobre a nossa cidade.

Pensar Lisboa - O que mais gosta na cidade de Lisboa?
Sérgio Azevedo - Do Chiado, da Baixa, da marginal que une Belém ao Parque das nações, dos fados, dos restaurantes, da sua cor, das suas gentes, dos seus bairros. Quase de tudo. 

Pensar Lisboa -O que menos gosta em Lisboa?
Sérgio Azevedo - Infelizmente dos permanentes buracos nas ruas e estradas e do lixo que inexplicavelmente se acumula nas ruas da cidade


Pensar Lisboa -O que mudava em Lisboa?
Sérgio Azevedo - Mudava o executivo da Câmara Municipal e em especial o seu presidente. Gostava de uma câmara que tornasse Lisboa mais atractiva para os jovens, que se preocupasse mais e apoiasse mais os idosos, que resolvesse o triste problema dos sem-abrigo, que dinamizasse mais os seus espaços verdes, que apoiasse mais a cultura, que dinamizasse o comércio local tão típico e tão necessário a esta cidade.


Pensar Lisboa -O que recomendaria a um turista em Lisboa?
Sérgio Azevedo - O Chiado, a Baixa, a Sé, o Castelo, As casas de Fado de Alfama, os jardins de Belém, o teatro de revista no Parque Mayer e claro uma inevitável visita ao estádio da Luz. 


Pensar Lisboa -Com que cor identifica Lisboa?
Sérgio Azevedo - A emoção diz-me que é vermelha mas a razão que é verde porque tenho esperança que Lisboa se torne uma cidade de topo para os que nela vivem e para os que a visitam.


Pensar Lisboa -Numa palavra, Lisboa é...?
Sérgio Azevedo – Inesquecível.

1 comentário:

  1. O que mudava em Lisboa? A resposta confirma o suspeitado: visão curta e parcial e claro - é de um partido oposto ao que está no poder da câmara. Como cidadão e habitante da cidade de Lisboa, devo dizer que dos problemas por este senhor citados, apenas os sem-abrigo e o comércio local se verificam. Serão motivo para mudar o executivo? Se discorda, dê sugestões. É fácil falar.

    Cumprimentos de um antigo membro da JSD, desiludido com os interesses políticos que manipulam a sociedade

    ResponderEliminar