quarta-feira, 27 de março de 2013

Pavimento da nova Ribeira das Naus só durou um dia...


Quando se inauguram obras à pressa, em fase de estaleiro, com eleições à espreita, dá nisto...

 

Três dias depois da inauguração, a nova Avenida da Ribeira das Naus já tem buracos e depressões, pedras soltas ao longo do percurso e passadeiras invisíveis (A utilização de blocos de pedra para pavimentar estradas é sempre uma opção inteligente, económica e duradoura...).

A culpa é da chuva e do inverno rigoroso (só em Lisboa é que o inverno é rigoroso...). Nem de propósito, um dos arquitectos responsáveis pelo projecto, João Gomes da Silva, bem avisou que "Abrir ao trânsito com chuva é o pior que poderia acontecer"...

Já não chegava a inauguração ter ocorrido antes de acabada a obra, o que deverá ocorrer (de facto), previsivelmente, dias antes das eleições autárquicas.


Por falar em buracos, aquele buraco em Benfica, em frente a uma paragem de autocarros, continua IGUAL. E sem sinalização.

Sem comentários:

Enviar um comentário