quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Mais um cinema que encerra em Lisboa...


http://www.publico.pt/cultura/noticia/salas-da-socorama-sem-luz-ainda-sem-data-de-reabertura-1585894

O cinema Londres, um dos cinemas de bairro mais antigos da cidade, já encerrou.

Segundo a notícia divulgada no Público, a empresa que detém o cinema (a Socorama) pediu a insolvência este mês, alegadamente, por falta de pagamento da conta de electricidade.

É uma pena que Lisboa perca os pequenos espaços tradicionais e que nem a Câmara nem os as empresas privadas façam alguma coisa para preservar estes espaços, bem como, os postos de trabalho daqueles que lá trabalhavam.

Aos poucos, os Lisboetas são obrigados a ir às grandes superficies comerciais para passar uma tarde no cinema. Será progresso? Eu diría que não, estamos de facto a perder aos poucos aquilo que temos de diferente, que define a nossa identidade enquanto cidade e enquanto cidadãos.

O que será agora do cinema Londres? Será que vamos ver naquele espaço mais uma loja Chinesa???




3 comentários:

  1. "É, o comportamento, normal, dos mercados." - Vítor Gaspar

    ResponderEliminar
  2. É pena, é muita pena ver o cinema, como o Cinema Londres, a um mero passo da minha rua, onde eu vi tantos filmes, tenha este destino.

    Elisabete, queixa-se de que os privados não pegam nestes espaços, mas como os privados podem pegar nestes espaços se não há dinheiro para investir? Se o pouco que ainda poderia haver, é retirado pelo Estado em confisco, violando por completo a liberdade privada através de uma situação abusiva de poder do Estado.

    Pois é caro Anónimo, é o comportamento normal dos mercados e contra isso, nada há a fazer. É a dura lei da vida económica, não há almoços grátis.

    ResponderEliminar
  3. Obviamente, a culpa é nossa. Dos Lisboetas. Com a devida vénia, penso que o cinema não encerraria se tivesse afluência do público. Se não tem, não realiza dinheiro e não pode pagar as contas. A menos que se trate de insolvência culposa...
    Creio que isto é uma verdade incontornável.
    O "comportamento normal dos mercados" faz alguma falta para sanear a economia. Sem que isso retire validade aos comentários que antecedem, parece-me óbvio que o tecido empresarial português está parasitado por "elefantes brancos" a mais... Este, era mais um. Por nossa culpa, ou por "culpa dos tempos".

    ResponderEliminar