sexta-feira, 9 de novembro de 2012

À conversa com Zé Filipe Rebelo Pinto



O Pensar Lisboa teve a oportunidade de entrevistar Zé Filipe Rebelo Pinto. O nosso convidado é um jovem empresário envolvido em projectos de dinamização do Cais Sodré e do LX Factory e que está a fazer renascer o Martim Moniz em Lisboa.

Pensar Lisboa - Como nasceu o projecto de dinamização da praça do Martim Moniz (Mercado de Fusão)?  
Zé Filipe Rebelo Pinto - O projecto para a praça do Martim Moniz nasceu da constante procura por projectos novos e dinâmicos para a cidade de Lisboa. Depois da revitalização do Cais do Sodré, da dinâmica criada à volta da Lx Factory  e do Out Jazz, achamos que o Martim Moniz poderia ser a nova zona a apostar.  

Pensar Lisboa - O que é realmente o Mercado de Fusão?
Zé Filipe Rebelo Pinto - O Mercado de Fusão como o próprio nome indica é a fusão de várias culturas, cheiros e sabores. Um conjunto de 10 quiosques com comidas do mundo, um mercado semanal com música e arte.

Pensar Lisboa - Pode o Martim Moniz ser um pólo atractivo ao lisboeta?
Zé Filipe Rebelo Pinto - Penso que sim. O Martim Moniz faz parte do centro histórico da cidade e tem boas oportunidades para a criação de novos projectos tais como restaurantes, bares, hostels, etc…  Acredito que em cerca de cinco anos poderá ser uma das zonas mais “trendy” da cidade de Lisboa.

Pensar Lisboa - Sabemos que se encontra a dinamizar o OUT JAZZ, como vê este projecto? Que impacto tem tido?
Zé Filipe Rebelo Pinto - O OUT JAZZ é um evento que pretende levar a música a vários espaços da capital tais como jardins, praças, ruas, miradouros, hotéis, museus e transportes públicos de Lisboa. Tem tido um impacto enorme na dinâmica destes espaços e tem crescido todos os anos.

Pensar Lisboa - O Intendente, o Martim Moniz e Mouraria podem estar ligados de forma a atraírem mais turistas?
Zé Filipe Rebelo Pinto - Não consigo pensar no Martim Moniz sem pensar na ligação entre estes três espaços. O projecto é comum a toda esta “nova” zona da cidade.

Pensar Lisboa - A ideia pré-concebida de que o Martim Moniz é local de imigrantes pode ser uma vantagem?
Zé Filipe Rebelo Pinto - Acho que as várias culturas existentes no Martim Moniz são o principal factor de diferenciação deste espaço. Ao juntar a esta multiculturalidade algum sangue novo tenho a certeza de que a receita pode ser única e explosiva.

Pensar Lisboa - O José esteve ligado a projectos no Cais Sodré e Lx Factory. Que zona escolheria como melhor local para sair à noite?  

Zé Filipe Rebelo Pinto - Acho que o cais do Sodré é excelente para beber um copo após uma descida do bairro alto e o Faktory Club situado na Lx Factory o local ideal para ouvir boa música num ambiente de puro “clubbing”. Não posso deixar de prestar a minha homenagem ao melhor clube de Lisboa. Claramente falo do LUX. Parabéns ao Manel Reis J

Pensar Lisboa - E o modelo Lx Factory poderia ser adoptado em mais zonas em Lisboa? Quais?
Zé Filipe Rebelo Pinto - Acho que há várias zonas da cidade onde este modelo pode ser adoptado. O Centro Comercial do Martim Moniz parece-me uma excelente possibilidade embora com uma dimensão diferente. A zona de Xabregas tem um excelente potencial mas acredito que vá demorar mais tempo.

Pensar Lisboa - O José, como empresário que é, olha para Lisboa como um bom investimento?  
Zé Filipe Rebelo Pinto - Acho que Lisboa é um excelente investimento para o sector do turismo.

Pensar Lisboa - Como podemos “vender” a marcar Lisboa lá fora?  
Zé Filipe Rebelo Pinto - Acho que o facto da CML ter apoiado vários projectos culturais na capital tem sido um factor excelente para Lisboa começar a crescer em termos de oferta turística. Nos últimos anos crescemos bastante a nível de novos projectos de qualidade como Hoteis, Hostels, Restaurantes, Mercados, Galerias de arte, Festivais de Música, etc…Este factor tem sido decisivo para uma maior procura a nível turístico.


Não evitámos no fim da entrevista, de lançar o desafio ao nosso convidado para responder à nossa rubrica habitual. Aqui ficam as respostas:

Pensar Lisboa - O que mais gosta na cidade de Lisboa?  
Zé Filipe Rebelo Pinto - Da sua situação geográfica e da sua história.

Pensar Lisboa - O que menos gosta em Lisboa?
Zé Filipe Rebelo Pinto - Daqueles que tratam mal a cidade.

Pensar Lisboa - O que mudava em Lisboa?
Zé Filipe Rebelo Pinto - Mais habitação para o centro da cidade.

Pensar Lisboa - O que recomendaria a um turista em Lisboa?  
Zé Filipe Rebelo Pinto - Depende do turista…… O mais comum é a zona da baixa-chiado e zona ribeirinha.

Pensar Lisboa - Com que cor identifica Lisboa?
Zé Filipe Rebelo Pinto - Azul.

Pensar Lisboa - Numa palavra, Lisboa é...?
Zé Filipe Rebelo Pinto - Encantadora.

1 comentário:

  1. Meninos, adorei a vossa entrevista. Que pessoa interessante e que percurso extraordinário na nossa cidade.

    Parabéns. E continuem.

    ResponderEliminar