terça-feira, 23 de outubro de 2012

Rubrica: Lisboa aos olhos de Anabela Neves



E hoje chega-nos a visão de um rosto que nos chega a casa pela SIC, normalmente com noticias da Assembleia da República. Temos como convidada a Jornalista Anabela Neves, que desde já agradecemos a disponibilidade e amabilidade em Pensar Lisboa.  

Pensar Lisboa - O que mais gosta na cidade de Lisboa?
Anabela Neves - As cores...o amarelo do sol; o azul extraordinário e único do céu; a miríade de rosas, azuis, amarelos, laranjas até, dos prédios que descobrimos depois de recuperados; o branco/ cinza claro dos edifícios (instituições!!) como o Teatro D. Maria ou a estação do Rossio; ou o branco/ creme da calçada portuguesa; 
E o inesperado que tanto nos surpreende...quando apanhamos 1 elétrico a descer uma rua estreita; ou uma bicicleta a cruzar a rua "furando" temerariamente o bloqueio de uma cidade ainda (demasiado car friendly; ou ainda os pontos de luz que são muitos dos edifícios públicos à noite.
Adoro o rio e tudo o que existe por perto! E as surpresas constantes de uma cidade que tem crescido em encanto e que nunca me cansa!

Pensar Lisboa - O que menos gosta em Lisboa?
Anabela Neves - Felizmente é bem mais o que gosto! Mas tenho, claro, alguns ódios de estimação como o excesso de carros que dominam passeios e entopem as ruas. O estacionamento está mais disciplinado mas ainda há tanto que detesto como as viaturas em dupla fila e/ou as cargas e descargas! Não gosto da resistência à mudança que impede que a cidade seja mais bike friendly, mais amiga das pessoas que querem andar nos passeios, mais respeitadora da deficiência física evitando obstáculos absurdos. E não gosto da falta de arvoredo e verde que é uma constante em tantas cidades europeias e não só.

Pensar Lisboa - O que mudava em Lisboa?
Anabela Neves - Gostava que houvesse mais verde pois claro! Ou seja, mais árvores, mais plantas, mais parques de Monsanto, mais parques Eduardo XVII bem tratados! 
E mais gente nas ruas à noite, nas noites quentes de verão, com esplanadas e abertas por toda a cidade. Este ano melhorou muito mas ainda falta tanta animação em Lisboa!
E muitas mais ciclovias por todo o lado a partilharem ousadamente (mas em segurança!!) o espaço dominado pelos carros. E uma rede de metro e autocarros à Londres a cobrir a cidade toda!

Pensar Lisboa - O que recomendaria a um turista em Lisboa?
Anabela Neves - Tudo! Lisboa é uma daquelas cidade-rio belas e únicas! Que se passeiem muito pelas ruas empedradas, que levantem bem a cabeça para desfrutar de pormenores como o ferro forjado das casas, que parem nas esplanadas ou restaurantes da Baixa, Chiado, Camões, Bairro Alto, Belém, etc. E que não sintam a falta dos edifícios e espaços monumentais de outras capitais. Lisboa tem a pequena escala das cidades que não se esquecem porque é tudo diferente nelas.

Pensar Lisboa - Com que cor identifica Lisboa?
Anabela Neves - Acho que já o disse de alguma forma. Adoro o amarelo do sol, dos prédios, do pôr do sol. A luz de Lisboa (já tantos o disseram) nasce muito deste amarelo que se espalha pela cidade.

Pensar Lisboa - Numa palavra, Lisboa é...?
Anabela Neves - O que nós - cidadãos, poderes públicos, câmara - pudermos e quisermos fazer dela no futuro. Já é uma das minhas cidades favoritas há muito. Mas pode ser tanto mais se todos pensarmos e trabalharmos para isso. 
Este blogue parece um contributo cívico importante nesse sentido. Um bem-haja por isso!

1 comentário:

  1. Bem-haja à Anabela pelo contributo. Gostei mais do feito aqui no blog do que muitos feitos na TV. Mas fazer tv não é fácil, ser jornalista não deve ser fácil.

    ResponderEliminar