segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Aquele Fado continua...



Arquitectos acusam António Costa de ignorar o investimento feito há dez anos na Ribeira das Naus. E ameaçam recorrer aos tribunais para proteger direitos de propriedade intelectual.


Não são umas obras fáceis. Lá isso é verdade. Nesta coisa de tentar "deixar obra" muitos são aqueles que fazem tábua rasa de decisões anteriores. 

Importa deixar o seu cunho naturalmente, mas com respeito e capacidade de adaptar e aproveitar medidas e projectos anteriores. Nem tudo o que vem de outros é mau. Respeitar quem pensou e planeou antes deve ser política comum. 

Espero que esta Nau chegue a bom porto. Lisboa merece e precisa de uma frente ribeirinha a abraçar o Tejo e a deixar entrar esta Luz mágica!

1 comentário:

  1. Muito bem dito. Gostei da postura Diogo. Faz falta esta ponderação e respeito pelos outros.

    Curti o vosso Pensar Lisboa.

    Continuem com esta audácia e coragem. Falar com esta liberdade é raro neste país.

    Um abraço,
    João Trindade

    ResponderEliminar