terça-feira, 30 de outubro de 2012

António Costa e Pilar del Rio gozam com portugueses


A Casa dos Bicos foi recuperada e oferecida à Fundação Saramago pela Câmara Municipal de Lisboa. A obra custou 2,3 M€ ao erário público. Sim, leu bem, 2.300.000€ dos nossos impostos.

Mas parece que não fica por aqui. António Costa (Presidente da CM Lisboa) acordou também ficar responsável pelas despesas da casa, que ascendem a mais 50m€/ano. Sim 50.000€!

Entretanto a senhora que se deitava com Saramago e que agora é Presidente da Fundação, Pilar del Rio disse recentemente:

- “vivemos numa ilusão democrática
- “estamos a ser apunhalados pelas costas
- “nós não vivemos acima das nossas possibilidades
- “foi a banca que emprestou dinheiro acima das suas possibilidades
- “que tipo de contabilistas tem a troika?
- “não pode haver democracia quando se governa tirando tudo ao povo

Mas claro que os “maus” são os senhores do PSD e do CDS que tentam agora limpar as borradas socratistas. Já o António Costa é “bom” e desejado para próximo líder do PS e PM.

Em relação a Pilar del Rio, fico extremamente satisfeito por a continuar a vê-la ao lado de Mário Soares, Daniel Oliveira e afins, como por exemplo no Congresso das Alternativas.

Diz muito sobre o tipo de gente que participa nestes eventos e brada pelos mais fracos e pobres. Gente hipócrita que “enche o bandulho” com dinheiros do Estado. Mas o povo adora-os.

Nota: Este será o meu último post no Pensar Lisboa. Há 7 meses troquei a capital de Portugal pela capital de Inglaterra, pelo que não faz sentido continuar. Continuarei a seguir e divulgar o projecto. Obrigado a todos os que dele fazem parte, em particular ao seu mentor, Diogo Agostinho.

7 comentários:

  1. E que grande texto nos deixas aqui meu caro Luís. Com esse olhar de Londres, chamas a atenção para a pouca vergonha por cá.

    Muito obrigado por tudo e sobretudo por essa postura exemplar que é tua imagem de marca.

    É um até já. Pois Lisboa precisa também dos nossos emigrantes. Da riqueza que encontram por esse mundo fora.

    ResponderEliminar
  2. João Carlos Guimarães30 de outubro de 2012 às 11:32

    Caro Luís,

    então e as declarações da sr.ª Pilar que diz:

    «Sobre o recente censo realizado ao setor fundacional no país, a responsável reiterou que a entidade "não recebe quaisquer apoios financeiros do Estado ou municipais, vivendo dos direitos de autor da obra de José Saramago, e das receitas da bilheteira e da loja" da instituição»

    in: http://www.ionline.pt/boa-vida/fundacao-jose-saramago-festeja-os-90-anos-escritor-dia-desassossego

    contra isto ninguém protesta.

    ResponderEliminar
  3. Enfim, é a porcaria em que está metido o nosso País...

    ResponderEliminar
  4. http://expresso.sapo.pt/nos-nao-temos-de-pagar-a-fundacao-saramago=f763260

    ResponderEliminar
  5. olha luís, vai e não voltes.

    fico feliz que seja esta a ultima vez que escreves, pois já há barbaridades a mais por aqui.

    achas mesmo que foi o socrates a entalar portugal? cavacos, durões, socras, guterres... esse discurso do socrates já está gasto, e já se percebeu, por pior que fosse ou seja, a culpa deste buraco não é só dele, nem sequer maioritariamente dele.

    já agora, a senhora Pilar gosta de ser tratada por Presidenta.

    encarar a politica de um ponto de vista clubistico / cor da camisola, é triste... pobres ingleses, que agora vão ter de te aturar.

    ResponderEliminar
  6. Reparei agora que o link "despesas da casa" encaminha para o texto do Henrique Raposo que atrás deixei. Não tinha aberto o link. Agora se explica melhor a "coincidência" nas opiniões de ambos.
    Uma falha a não repetir.

    ResponderEliminar
  7. Caro Anónimo,

    Desde já agradeço a presença. De facto, o Luís é um grande Pensador, até consegue a proeza de o ter cá a comentar.

    E volte sempre. Volte para ler mais textos do Luís. Pois perante tal comentário, não tenho dúvidas que vou chatear e muito o Luís para escrever sobre Lisboa, mesmo longe. E sabe porque? Porque cada vez os melhores vão embora e deixam em Portugal pessoas assim como o Anónimo... Rancorosas com a vida e sem encaixe para uma opinião divergente.

    Mas volte sempre aqui, onde há barbaridades. Junte-se à festa, tenho a certeza que tem muito por ensinar nesse capítulo.

    ResponderEliminar