segunda-feira, 17 de setembro de 2012

E lá vai Lisboa


Deixo aqui o vídeo do DN. Com uma vista priveligiada sobre a Rotunda do Marquês, temos este belo cenário. 

Ora, após um fim-de-semana de pessoas a manifestarem-se, chega segunda-feira e temos "experimentalismo". Sim. É mesmo experimentalismo. Eu assisti à viagem de António Costa com a SIC para explicar as novas alterações ao funcionamento do Marquês de Pombal. 

É extraordinário que se gaste, fala-se em 1 milhão de euros, para "ver se dá" até Dezembro. Fiquei gélido com esta afirmação. Ver se dá? E é este o guru e a esperança pós-Seguro? 

Portanto, agora vamos aqui ver se isto resulta está bem lisboetas? É para ver se vocês se adaptam a esta nova moda! 

Isto é de uma falta de respeito e decoro a todos os níveis. 

5 comentários:

  1. é vergonhoso o que estão a fazer. isto também é gozar com o povo que saiu no sábado à rua. cambada de incompetentes.

    ResponderEliminar
  2. A ideia de fazer uma turbo-rotunda é valida. Deixem passar duas semanas para ver. Ao que parece maior parte das pessoas utilizou a rotunda exterior por força do hábito.

    ResponderEliminar
  3. voces, que tanto gostam de abordar o assunto relativo às mudanças da rotunda do marques, estranho não falarem no estudo que a Nova elaborou recentemente, onde conclui que o impacto esta a ser positivo... sendo que nos 15 anteriores às obras, a av da liberdade registava niveis de poluição 8x superiores ao permitido... e neste momento, esta a conseguir cumprir esses limites... e esta hein?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo, é sempre bom ver que anda atento e que anda a ler o que escrevemos. Noto também que existe uma certa mágoa no que respeita à nossa opinião sobre a Rotunda do Marquês. Mas fez bem em partilhá-la, estamos cá para ouvi-lo.

      Quanto ao estudo, pergunto:

      1- Qual é o valor de um estudo feito por uma entidade, quando mais nenhuma o fez? Um estudo é isso mesmo, uma investigação com base em critérios que para outra entidade podem não ser os correctos, ou seja, pode haver uma infinitude de estudos que nada comprovam.

      2- Espero que a exactidão da partilha informativa com que nos brindou( que é dispar do que consta da notícia base) não seja igual ao estudo!

      3- Já ouve alguma entidade oficial a "homologar" esses resultados?

      Aproveito para o envidar a responder às minhas questões. E esta hein?

      Eliminar
    2. Pela quarta vez, seguindo a quarta repetição do seu comentário, caro anónimo:

      http://www.pensarlisboa.com/2012/10/mas-que-bela-propaganda-chavista-nas.html

      Eliminar