terça-feira, 3 de abril de 2012

Aqui mora gente no Lumiar em Lisboa

Artigo retirado do blog da Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha do Lumiar


Na principal artéria na Freguesia do Lumiar em Lisboa, na Al. das Linhas de Torres, aos n.º 24 a 30, mora gente, gente que não devem conhecer grandes confortos.
Este é o Lumiar, que já ninguém acredita que existe. Foram-se as barracas, mas continuam a existir estes casebres, aqui o tempo parou.
A poucos metros do complexo Alvalade XXI, que custou quase 154 milhões de euros, vive gente que corre perigo de derrocada, um cozinhado que cheira a tragédia com gente dentro.
Não é preciso ser especialista para adivinhar o que pode acontecer com as telhas esburacadas que encontramos no telhado, as águas da chuva esgueirar-se por entre os buracos, a fachada, não indicia outra coisa senão a vida de outros tempos; diante das quais quem por ali passa não pode ser insensível, a janela não abre e quem ali mora não pode ver o mundo do mesmo modo deve esconder o que se poderia ver se a janela se abrisse.



Este post, ninguém pediu para o fazer, não é um caso de politica mas de falta de sensibilidade de quem pode fazer mais e melhor, um comportamento que é apanágio da nossa nação e que existe a necessidade reverter.

Estou a falar de gente!

Artigo de João Carlos Antunes - AMBCVLumiar

Sem comentários:

Enviar um comentário