quarta-feira, 14 de março de 2012

Palavras sábias...


“Para promover a convivência entre pedestres, ciclistas e automobilistas,
o espaço público deveria ser desenhado de modo a evitar velocidades
excessivas, a impor restrições ao tráfego e ao estacionamento.
Falta bom senso e informação: é um erro construir ciclovias
nos passeios – é perigoso para os peões e ciclistas”, segundo Mário Alves



Podem ler a entrevista aqui. É de facto, uma visão muito mais correcta e que tem uma leitura directa sobre a cidade de Lisboa. Importa realçar que este senhor foi Assessor do actual Vereador Nunes da Silva...

Assim vai Lisboa! Mas esperem. O que interessa mesmo é o livro do Presidente António Costa e da sua vontade de não fechar portas! Agora falar de Lisboa? Da cidade? Dos seus problemas?

Pensar Lisboa? Isso já dá muito trabalho, certamente...

2 comentários:

  1. Com efeito, Mário Alves tem razão, e o Professor Fernando Nunes da Silva também! Com efeito o Vereador também não concordará com estas pistas cicláveis, mas como está preso numa coligação em que o sr Costa só quis os votos, porque respeitar os outros (mesmo colegas de coligação)... NADA !
    Estas pistas têm uma utilização praticamente nula e além disso são perigosas, como vários técnicos da CML já ousaram escrever, mas como diz Sérgio Godinho "Só há liberdade a sério quando houver Liberdade de mudar e decidir..." e não é o caso, vamos engolindo os desvarios de um dos piores vereadores que passaram pela CML e ainda por cima com VERBA para gastar...

    ResponderEliminar
  2. Eles andam mesmo todos queimadinhos lá dentro

    ResponderEliminar