quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Av. Liberdade 216 Prémio Valmor 1



Mais uma sugestão recebida: "O restauro deste Prémio  Valmor (1915) não deveria ter autorizado a retirada das portas Arte Nova, que estavam em todas as aberturas. Agora resta apenas uma, na entrada do prédio. As restantes  transformaram-se  em vidros de montra e Multibanco da PRADA. Quem foi o responsável? As montras poderiam ter sido recuadas, mantendo-se as portas."

1 comentário:

  1. É tudo a roubar. Roubam azulejaria, portas, cantarias, talhas etc. Na Rodrigues Sampaio, traseiras da Avenida, com o pretexto de renovar desapareceu toda a cantaria de um edifício junto à Alexandre Herculano e assim ficou despido há uma década. Coisa nunca vista.

    ResponderEliminar