segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Volta das Juntas: Lapa

Hoje, dia 2 de Janeiro de 2012, o Pensar Lisboa continua a sua caminhada. No fim de 2011 iniciamos a volta das Juntas em São José. Hoje foi a vez de sermos recebidos pelo Presidente Nuno Ferro, da Junta de Freguesia da Lapa. Uma recepção calorosa que muito nos agradou.

Da curiosidade inicial sobre o nosso blogue passámos para os temas da Junta e dos seus fregueses. Primeira imagem desfeita: a Lapa não é a zona dos ricos. Existe muita pobreza escondida entre a imagem típica de grandes palacetes e casas. Cerca de 45% da população da Lapa é idosa e sobretudo carenciada. Com 8500 eleitores, sim eleitores, mais do que habitantes o executivo da Junta de Freguesia aposta forte em duas áreas: Educação e Acção Social.





Obviamente e à vista de todos, um dos grandes problemas daquela zona é o estacionamento. Ora, numa população idosa, que é normalmente trocada nos últimos 20 anos por casais mais jovens que vêm viver para lá, normalmente com dois ou três carros o estacionamento é caótico. O Presidente Nuno Ferro disse-nos que a Junta ajudou a retirar cerca de 220 carros abandonados. Em números redondos construir espaços para estacionamento, ou seja, parques com esta dimensão anda pelo meio milhão de euros. Nada mau esta poupança. Um caso a repetir e incentivar.

Do caos no estacionamento ao elogio dos passeios. O contraste entre buracos nos passeios e buracos nas estradas teve uma explicação por parte do Presidente: um é gerido pela Junta o outro pela Câmara. Pois.

O Presidente Nuno Ferro partilhou o trabalho desenvolvido na área da educação e da acção social. Elogiou o brilhante trabalho por parte das psicólogas e das pessoas que coordenam esta área. Falou-nos do projecto Nós da Juventude. Um projecto que conta com mais de 80 crianças, em que 70% são carenciadas. Os profissionais que lá desenvolvem a sua acção fazem acompanhamento, quer ao nível escolar, mas também didáctico. Aprendizagem ao nível sexual, do álcool, do tabagismo e drogas. Acompanhamento para casos mono parentais. O Presidente deixou-nos um repto: conhecer o trabalho ao nível do acompanhamento de segundo ciclo, a franja de risco. Onde a passagem do ambiente de protecção do jovem da 4ª classe para o 5º ano deve ser acompanhada e apoiada.

Conversámos ainda sobre a Reforma Administrativa da cidade de Lisboa. A Lapa irá juntar-se às Juntas de Santos e Prazeres. Uma reforma que vê com bons olhos, mas a carecer de maior explicação e explicitação sobre questões de organização.

Um encontro muito produtivo em que ficámos com uma boa radiografia da Lapa e percebemos o trabalho e o gosto do Presidente Nuno Ferro, a quem muito agradecemos a disponibilidade para nos receber.

Sem comentários:

Enviar um comentário