sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Rubrica: Lisboa aos olhos de Francisco Menezes

E para finalizar mais uma visão a norte. Temos a honra de ter Francisco Menezes, que nos vem dar o seu olhar sobre Lisboa. Norte, sul, Este, Oeste, todas as visões contam. Todas as opiniões são válidas e merecem ser escutadas com muita atenção. Para Pensar é preciso aprender. Obrigado Francisco pela partilha.

Pensar Lisboa - O que mais gosta na cidade de Lisboa?
Francisco Menezes - Qualquer tipo do Norte, como eu, diria ‘a auto-estrada para o Porto’. Mas eu não sou o típico Nortenho. Já vivi em Lisboa, tenho familia em Lisboa, e portanto não acho que seja o inferno. Adoro as partes que toda a gente adora (a baixa, o Chiado, a Sé, etc.), e gosto do facto de ser grande e ter sempre coisas e pessoas novas para conhecer. Adoro o Santo António (não o tradicional, o das sardinhas, tinto e bailarico, para isso nunca tive grande pachorra – o moderno é que é NICE). Adoro o ‘Pinóquio’ – o restaurante, não o musical. Adoro as festas do Lux. E adoro o meu grupo de amigos em Lisboa, curiosamente composto quase totalmente por Tripeiros. Enfim...

Pensar Lisboa - O que menos gosta em Lisboa?
Francisco Menezes - O barulho, a poluição, os pedintes, a confusão, o facto de estar a 300 Km dos meus irmãos e dos meus Pais.

Pensar Lisboa - O que mudava em Lisboa?
Francisco Menezes - Punha lá os meus Pais e os meus irmãos. E mais alguns amigos.

Pensar Lisboa - O que recomendaria a um turista em Lisboa?
Francisco Menezes - Depende do turista. Se fosse dos normais, que queria  ver as vistas, recomendava-lhe o costume: Belém, Baixa, Chiado, Alfama, Graça, e tentava que nunca fosse do Marquês de Pombal para cima, ou pelo menos tentava-o convencer que isso já não era Lisboa.

Pensar Lisboa - Com que cor identifica Lisboa?
Francisco Menezes - Fácil. Vermelho.

Pensar Lisboa - Numa palavra, Lisboa é...?
Francisco Menezes - Uma cidade. Serve?

Sem comentários:

Enviar um comentário