sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

De confusão em confusão, até à degradação final do nosso património histórico

Não sei como classificar esta notícia. Honestamente, não sei. Honestamente, só me apetece citar o título da mesma:


Honestamente, acho que há limites para o bom-senso. Honestamente, há situações que lidas, relidas e voltar a lê-las, escandalizam. Só gostava de perceber como é possível chegar a esta conclusão, só isso.

Espero pela alma caridosa que consiga explicar-me, tirando os pormenores legais. Agradecido eu fico. Obrigado por antecipação

Sem comentários:

Enviar um comentário