quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Atelier-Museu Júlio Pomar foi prometido há onze anos e obras continuam por acabar


Edifício comprado pela Câmara de Lisboa em 2000 tem as obras paradas e a Polícia Municipal guarda-o dia e noite. Autarquia nada diz. Fundação Júlio Pomar espera conclusão em breve

Quem sobe a Rua do Vale, perto de São Bento, vê a igreja paroquial das Mercês perfeitamente recortada no topo do declive. Contudo, desde o início de Novembro um outro elemento se adicionou ao quadro: um carro da Polícia Municipal, estacionado religiosamente em frente à igreja, no Largo de Jesus. A viatura marca presença diária, noite e dia, garantem os moradores, sem que ninguém tenha a certeza de qual a sua missão.

Mais uma situação por resolver.


Sem comentários:

Enviar um comentário