quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Retrato da Habitação pela ALP

Foi ontem apresentado pela Associação Lisbonense de Proprietários (ALP) o estudo "Retrato da Habitação em Portugal" que tem como objectivo contribuir para o debate instalado em torno do sector da habitação.

O estudo coloca como três pontos essenciais para a recuperação do mercado:
- O aumento das rendas até ao seu valor de mercado;
- A agilização dos despejos de inquilinos que repetidamente não pagam as rendas;
- Os apoios públicos à reabilitação e recuperação dos fogos.

O estudo versa também sobre as razões da aposta na construção de edifícios novos, na periferia da cidade. Algo que "colocou Portugal com o 2º maior rácio de habitação por agregado familiar no seio da união Europeia". Além do mais, a promoção da compra em detrimento do arrendamento "inundou o mercado de casas vazias e endividou os portugueses".

Isso fez com que o número de arrendatários passasse de "39% das ocupações em 1981 para 21% em 2001".

Sem comentários:

Enviar um comentário