quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Os resultados mais esperados...


Em Julho foram realizados os exames de acesso à ordem dos advogados. E, com toda a problemática que se vem a sentir desde que o Tribunal Constitucional Contrariou o Sr. Bastonário, estes eram resultados muito esperados.
O resultado nada me espanta!
Fica a notícia do ionline:

Marinho Pinto. "Não me espanta nada" que 65% dos licenciados tenham chumbado no exame

O bastonário da Ordem dos Advogados (AO), António Marinho Pinto, afirmou hoje não ficar “nada espantado” com a elevada taxa de licenciados em direito que chumbaram no acesso à 2.ª fase do estágio.

“Não me espanta nada”, disse, em declarações à Lusa, Marinho Pinto, comentando o facto de 65 por cento dos estagiários que realizaram a prova de aferição para aceder à 2.ª fase do estágio na OA terem chumbado.

Para Marinho Pinto, até é “muito bom” que 35 por centos dos estagiários tenham sido admitidos, porque “a maioria das pessoas licenciadas em direito neste país não tem preparação para uma profissão forense e quando não se tem uma boa preparação académica não se pode assimilar uma formação profissional”.

O bastonário reafirmou que grande parte das universidades portuguesas “estão aí a vender diplomas de licenciatura” e que, quando a Ordem vai ver os conhecimentos dos licenciados, “é isto que acontece”.

Marinho Pinto salientou ainda que os licenciados em direito “são tão bons ou tão maus que o centro de Estudos Judiciários nem os deixa fazer um exame”, não admitindo nenhum licenciado pós-Bolonha.

“Todos têm que tirar o mestrado” para entrar no Centro de Estudos Judiciários, frisou.

A edição de hoje do Correio da Manhã avança que num total de 1394 advogados estagiários que se submeteram a exame, 913 chumbaram e apenas 481 foram admitidos à segunda fase do estágio, que tem um total de 18 meses dividido em dois períodos (seis meses mais um ano).

O jornal refere que, em termos percentuais, o pior resultado se registou em Faro, em que 14 dos 18 que foram a exame chumbaram.

“Em Lisboa, onde houve o maior número de exames, houve 73 por cento de chumbos: 465 em 635”, acrescenta o matutino.

Por Agência Lusa

Sem comentários:

Enviar um comentário