terça-feira, 11 de outubro de 2011

Espera-se uma elevada afluencia ao Aeroporto de Lisboa



Depois do excelente jogo da Selecção Portuguesa, espera-se durante a madrugada à chegada da equipa um número estonteante de adeptos, começando pelo jornalista desportivo que um dia disse que o Cabo Verdiano Rolando se tratava de um central de Classe Mundial e seguindo-se os diversos apoiantes do excelente futebol que Portugal disputou contra a toda poderosa Islândia onde sofreu apenas 3 golos, mostrando uma consistência defensiva ao nível dos melhores!


1 comentário:

  1. Tal como escrevi no meu blogue

    Antes do jogo vaticinei: Portugal vai-se qualificar à custa da Holanda e o tuga vai ficar todo contente depois de mais uma vergonhosa fase de qualificação. O facto é que nem isso a selecção de futebol conseguiu. Portugal perdeu e a Suécia venceu.

    A diferença é apenas uma: Os suecos tinham de vencer e esperar que a selecção portuguesa perdesse. Lutaram pelo objectivo. Por seu lado, Portugal tinha de vencer, empatar ou esperar a vitória da Holanda. Preferiu ficar à sombra da bananeira.

    É esta a mentalidade do tuga, que o leva invariavelmente ao insucesso. Estava à vista no banco de suplentes, no comentário da TV, e provavelmente na maioria da cabeça dos tugas. A 30 min do fim e com 0-1 já só se torcia pelo golo… da Holanda.

    A equipa falhou a toda a linha, mas naturalmente que o tuga tem de arranjar um bode expiatório. Quem seria? O alvo mais fácil: o Cristiano Ronaldo das costas largas. Até parece que ele joga na baliza, na defesa, no meio-campo e no ataque. É omnipresente.

    A verdade é que, mesmo com CR7 sendo o melhor marcador da fase de qualificação (5 golos), a selecção de futebol só ganha jogos a Lichensteins, Luxemburgos, San Marinos e afins. Quando nos aparece pela frente uma equipa minimamente organizada, perdemos.

    Para além da mentalidade tuga, também Paulo Bento é responsável. Num jogo decisivo, a perder 0-1 aos 60 min não muda nada? Não arrisca? Encaixou o 0-2. A precisar de marcar golos, coloca em campo um médio defensivo, e deixa Nuno Gomes no banco?

    Isto já para não falar das consequências que têm as birras e pancas deste visionário do futebol. Depois de vermos uma defesa péssima e um ataque extremamente perdulário, o que dizer de jogadores como Carvalho, Bosingwa, Simão Sabrosa, Liedson ou João Tomás?

    ResponderEliminar