sexta-feira, 14 de outubro de 2011

E agora algo verdadeiramente importante

Não é directamente sobre Lisboa, é indirectamente sobre Lisboa, mas é directamente sobre todos nós, sejamos lisboetas ou não. E porque é uma necessidade premente, indispensável, essencial, e todos esses adjectivos muito específicos.

Falamos do quê? Desta inevitabilidade, porque dava jeito que a lei máxima do país seja conforme à sociedade portuguesa e, acima de tudo, à situação actual do país

Sem comentários:

Enviar um comentário