sábado, 15 de outubro de 2011

Caminhada gloriosa em direcção ao precípicio: versão académica

Lisboa é um mosaico de culturas, de tradições, de vielas, ruelas e histórias sem fim. E uma das suas imagens é a sua população estudantil, mormente, a universitária. Estudo, festas universitárias e assuntos menos bem resolvidos, assim me parece.

O país está numa situação de "game over, no more credits". E, não obstante, os alunos universitários continuam a brincar com o dinheiro como se de crianças se tratassem. Assim vai a evolução da nossa sociedade, em que os futuros líderes (espero bem que não!) gostam de brincar aos meninos crescidos, da pior das formas

3 comentários:

  1. Mal vi a notícia twitei "Eles começam aqui, e dps aparecem na política para fazer o msm com dinheiros públicos"

    ResponderEliminar
  2. O sentido de impunidade é gritante, nestes núcleos e associações universitárias...
    Quem não conhece uma historia de alguém que foi beneficiado monetariamente numa dessas instituições?

    ResponderEliminar
  3. Complemente chocante! E pior do que tudo é ter a lata de declarar que não é nada demais porque todas as associações o fazem... VERGONHOSO! É por este tipo de comportamentos que o país está na ruína que está...estas mentalidades são pura falta de educação e de respeito pela sociedade.

    ResponderEliminar